faça login ou registe-se aqui
/temas/otoc/imgs/logoOccHeader.png

Órgãos Sociais tomaram posse há dois anos





Caro(a) colega,

Assinalamos hoje, 5 de março, dois anos desde que tomamos posse como Conselho Diretivo da nossa Ordem dos Contabilistas Certificados. Num momento de grandes desafios, influenciado pelas novas tecnologias, constantes alterações legislativas, modelos de negócio inovadores, novas práticas profissionais, precariedade profissional e pessoal, ataques reputacionais e vivendo a Ordem um difícil momento financeiro, foi necessário implementar uma política de mudança baseada no rigor, ética, foco, superação e transparência de procedimentos, gastos e alocação de recursos.

Dedicados exclusivamente à regulação da profissão, criação de melhores condições pessoais e profissionais para os contabilistas certificados, reposicionamento do profissional junto do tecido empresarial, poder político e sociedade civil e reforço do interesse e fé pública da nossa profissão, foi possível atingir metas muito importantes.

Em apenas dois anos, alcançamos, por exemplo, a consagração legal do justo impedimento; o pagamento diferido do IVA; o estabelecimento de prazos fixos para cumprimento das obrigações a contar desde o momento da disponibilização das declarações fiscais; conseguimos, por outro lado, passar de 50 247 questões respondidas na Pasta CC para 102 577; fomos em frente com a redução de quotas para os mais velhos e aqueles que entram agora na profissão e pugnamos pela apresentação de melhores condições do seguro de saúde e fundo de solidariedade social; alcançamos ainda um nível de satisfação de «Bom» ou «Muito Bom» nos atendimentos telefónicos; aumentar o número de formandos de 118 128 para 158 324. Recordo ainda a organização do VI Congresso, apostando em temáticas ligadas à era digital e que são, inevitavelmente de futuro, para além de termos organizado os Encontros Nacionais dos Contabilistas Certificados, o último dos quais o maior de sempre, nas Caldas da Rainha. Noutra vertente, disponibilizamos novos módulos e reforçamos o desempenho do TOConline; e implementamos o projeto de formação do SAF-T em ambiente de trabalho. Foram muitas as realizações o que não nos impediu de reduzir o passivo de 15 870 772 para 9 520 825 milhões de euros em apenas dois anos e de aumentar os fundos patrimoniais de 15 782 035 para 20 698 646 milhões de euros.

Foram objetivos alcançados com muito esforço, trabalho e dedicação à nossa profissão e a todos os colegas. Objetivos que deixam uma promessa: nos próximos dois anos, tudo faremos para aproximar ainda mais a Ordem dos seus membros, dignificar a nossa profissão, criar melhores condições profissionais e pessoais para todos e reforçar a nossa posição junto do tecido empresarial, poder político e sociedade civil, lutando por metas que passam pela regulamentação das férias fiscais, o funcionamento automático do regime de dispensa da coima do art.º 32.º do RGIT, a alteração do art.º 24.º da LGT, na parte relativa à responsabilidade subsidiária e o cálculo e notificação dos pagamentos por conta pela Autoridade Tributária e Aduaneira em sede de IRC.

Uma Ordem próxima dos contabilistas certificados, uma Ordem para todos, em que todos contam e na qual, com todos, conseguiremos alcançar tão ambiciosos e proveitosos objetivos.

Obrigada pelo apoio, carinho e dedicação para com a nossa equipa e Ordem profissional.

Paula Franco
(Bastonária)






Partilhe esta notícia



Voltar
OCC
© 2020. Todos os direitos reservados