faça login ou registe-se aqui
/temas/otoc/imgs/logoOccHeader.png

Ciclo de conferências online - «ConVIVER com a pandemia»






A Ordem promoveu entre 7 de maio e 30 de julho um ciclo de conferências online subordinado ao tema: «ConVIVER com a pandemia.»

Trata-se de uma iniciativa que pretende colmatar a impossibilidade da realização de conferências presenciais sobre temáticas, direta ou indiretamente, relacionadas com a profissão.

Semanalmente, no canal YouTube da OCC, dezenas de convidados vão debater - em formato de videoconferência - o que vai mudar nas respetivas áreas com a emergência sanitária que representa a Covid-19.


CONFERÊNCIAS REALIZADAS


O ciclo arrancou com o debate sobre «A contabilidade em tempos de pandemia». A bastonária da OCC, Paula Franco, o vice-presidente da IFAC, Alan Johnson, o membro do conselho geral da Comissão de Normalização Contabilística (CNC), Luísa Anacoreta Correia e o bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, José Rodrigues de Jesus, constituíram o painel.




No dia 15 maio, o tema foi: «O papel do Estado na retoma - qual o caminho?». Participaram os deputados Carlos Pereira (PS), Afonso Oliveira, (PSD), Duarte Alves (PCP), Mariana Mortágua (BE) e Cecília Meireles (CDS-PP) A bastonária, Paula Franco, esteve na abertura. A moderação esteve a cargo do economista Diogo Agostinho.



No dia 22 de maio, o tema escolhido foi «A retoma económica – pontos de vista institucionais.» Participaram a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, o eurodeputado Carlos Zorrinho e o professor universitário, Eduardo Paz Ferreira. A bastonária, Paula Franco, esteve na abertura. A moderação esteve a cargo do economista Diogo Agostinho.


No dia 28 de maio, foi debatida a «Continuidade de negócios na crise e a sua retoma.» Participaram o bastonário da Ordem dos Economistas, Rui Leão Martinho, o professor universitário, Paulo Trigo Pereira, o presidente do IAPMEI, Nuno Mangas, o diretor do Recheio cash & carry, Luís Ferreira e o presidente da PwC, António Brochado Correia. O diretor da Ordem, José Pedro Farinha, esteve na abertura. A moderação esteve a cargo do economista Diogo Agostinho.




No dia 4 de junho, foi debatida a «Saúde e o bem-estar dos profissionais.» Participaram o médico de Saúde Pública, Ricardo Mexia, Cláudia Rodrigues, head of people & organization na BTOC, Alexandre Lourenço da Ordem dos Médicos e Francisco Miranda Rodrigues, bastonário da Ordem dos Psicólogos. O diretor da Ordem, Álvaro Costa, esteve na abertura. A moderação esteve a cargo do jornalista Paulo Zacarias Gomes.




No dia 25 de junho, o tema em análise foi «teletrabalho: moda ou nova realidade». Participaram Hugo Monteiro da Action Coach, Marisa Garrido, diretora de Recursos Humanos dos CTT, Filipa Xavier Basto, partner do Grupo Your e Marco Cerruti da Microsoft Portugal. A abertura esteve a cargo de Manuel Teixeira, diretor da OCC. A moderação pertenceu à advogada e formadora, Teresa Cruz Almeida.


No dia 2 de julho o tema em debate foi «A retoma económica - Diferentes perspetivas». Participaram Pedro Capucho, da CIP. Pedro Carvalho, da AHRESP, Carlos Carvalho, da ANJE e Jorge Líbano Monteiro, do Compromisso Pontual. A abertura esteve a cargo de Cristina Pena e Silva, diretora da OCC. A moderação pertenceu ao administrador da TUB Braga, Carlos Plácido



No dia 3 de julho o tema em debate foi «Desafios e oportunidades para a administração pública e finanças locais». Participaram Alexandra Leitão, ministra da modernização administrativa e da administração pública, Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, António Gameiro, deputado do Partido Socialista, Maria José Fernandes, presidente do IPCA e Pedro Mota e Costa, consultor em finanças locais. Ambrósio Teixeira, contabilista certificado, moderou o debate. A introdução esteve a cargo da bastonária, Paula Franco.


No dia 7 de julho o tema em debate foi «A formação dos profissionais: o contributo da academia». Participaram Patrícia Gomes, docente do IPCA, Pedro Roque, presidente do júri de exame da OCC, Pedro Dominguinhos, presidente do CCSISP, Pedro Teixeira, diretor do CIPES e João Queiroz, diretor geral do Ensino Superior. A moderação esteve a cargo do jornalista Samuel Silva. A bastonária, Paula Franco, esteve na abertura.



No dia 9 de julho o tema em análise foi «Novas tecnologias potencializadas pela pandemia». Participaram Fernando Amaral, do Grupo Sendys, António Belém, da Tetraedro, António Gameiro Marques, diretor nacional de segurança, Vítor Pinho, da Cloudware, Gonçalo Oliveira, do Pestana Hotel Group. A moderação esteve a cargo de Eduardo Oliveira, da OCC e a abertura foi feita por Jorge Barbosa, diretor da OCC.


No dia 16 de julho o tema escolhido foi «Fusões, aquisições e reestruturações». Participaram Li Danchan, do Bison Bank, Bruno Felgueiras, da Pivot Partners, Ana Leitão, da Deloitte e Raposo Subtil, da RSA Advogados. A moderação esteve a cargo do professor universitário, Filipe Sampaio. O diretor da Ordem, José Pedro Farinha, marcou presença na abertura.


No dia 21 de julho, o tema em debate foi «Avaliação de negócios». Participaram Nelson Rêgo, da Prime Yield, Paulo Barros de Trindade, presidente da ASAVAL, Miguel Miranda, partner da CASFLO e Carlos Quelhas Martins, docente universitário. A abertura esteve a cargo de Álvaro Costa, diretor da OCC, enquanto a moderação pertenceu a Domingos Cascais, contabilista certificado e ROC.


No dia 23 de julho debateu-se o tema «Portugal, sou eu». Na abertura esteve o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres. O diretor da Ordem, José Pedro Farinha, moderou o debate em que intervieram Branca Pereira, project manager do AEP, Filomena Pina Pires, diretora da AIP, Rui Assis, general manager da Equanto, S.A. e Bárbara Magalhães, diretora da Bandeiras e Mastros.


No dia 28 de julho debateu-se «Visões diferentes para um caminho com futuro», com a presença do deputado da Iniciativa Liberal, João Cotrim de Figueiredo. Os deputados André Ventura e Joacine Katar Moreira, à última da hora, declinaram o convite para participar, invocando motivos de agenda. A moderação esteve a cargo do economista, Diogo Agostinho e também da bastonária, Paula Franco.


O ciclo de conferências terminou a 30 de julho, com o tema escolhido a ser: «Contabilidade – Os efeitos da crise na informação financeira». Participaram Carlos Menezes, professor universitário, Paulo Anjos, contabilista certificado e ROC, António Nabo, contabilista certificado, Mário Guimarães, presidente do Conselho Fiscal da OCC e ROC. A moderação coube a Rute Abreu, professora no Instituto Politécnico da Guarda. O diretor da Ordem, José Pedro Farinha esteve na abertura.







Partilhe esta notícia



Voltar
OCC
© 2020. Todos os direitos reservados