faça login ou registe-se aqui
Monday , 25th of September 2017 | 07:20
  • :
/temas/otoc/imgs/logoOccHeader.png

Objetivos

"Se os contabilistas dessem mais importância à história da disciplina e às relações da mesma com as disciplinas afins, já as fronteiras contabilísticas se tornariam menos imprecisas e já as definições de contabilidade seriam, porventura, menos desarmónicas do que são actualmente", Fernando Vieira Gonçalves da Silva, Doutrinas Contabilísticas - Resumo e Críticas das Principais, Ed. Centro Gráfico de Famalicão, Vila Nova de Famalicão, 1959, p.16.

O Professor Gonçalves da Silva considerou que só podemos perceber a evolução da contabilidade e conhecer bem a contabilidade actual se conhecermos o seu passado. De facto, o conhecimento histórico permite reduzir o risco de se efetuarem interpretações que podem ser inadequadas ou incompletas por não se ter em consideração a perspetiva histórica e por se assumir pressupostos simplistas sobre o contexto envolvente. 

Os desejos de documentar e explicar as mudanças na contabilidade, identificando as suas causas, têm sido motivações importantes para a investigação em história da contabilidade durante muitas décadas.

Assim, estudar o passado da contabilidade é útil para entender e resolver problemas contabilísticos actuais. Considera-se que os fenómenos contabilísticos atuais só podem ser totalmente compreendidos depois de se saber como surgiram estes fenómenos (mais do que ver a "fotografia", muitas vezes precisamos de ver o "filme" desde o seu início). 

Algumas peculiaridades da prática contemporânea têm a sua origem em práticas passadas, o que faz com que só se entendam bem depois de se ver a evolução ao longo do tempo.

A Comissão tem objetivos científicos e culturais e visa promover e divulgar a investigação em História da Contabilidade portuguesa, bem como dar a conhecer a CHC-OTOC junto de outras entidades nacionais e outras comissões congéneres estrangeiras que se dedicam no estudo da História da Contabilidade (art.º 3.º do Regulamento).



Voltar
OCC
© 2017. Todos os direitos reservados